- Remember Saturday

  • Capítulo 7 - Mentiras

Acreditar em meu pai e sua mulher foi a gota d’água. Ele me enganou, dois dias depois eu estava voltando pra casa, Josh não havia ido à escola. Era de noite e eu vira alguém me seguindo, sim, era ela… Susan. Eu não vira ela, mas de repente algo incomodou meu nariz e eu não entendi mais nada… apaguei.

Acordei, já estava em um lugar, velho e sujo, repugnante para se morar. Quando abri os olhos, Susan estava rindo da minha cara ao lado de meu pai. Eu estava presa ali, sem Josh, sem ninguém. O que seria de mim agora? Bom, ainda não sabia, meu pai ria de mim como se eu fosse sua inimiga.

Isso me magoara tanto, não queria mais vê-lo, nunca mais, ele estava fora de si, prender a própria filha, por um capricho da mulher? Eu jamais faria isso, jamais. Magoada e insatisfeita, estava eu sofrendo na armadilha de meu pai.

- Por que? Por que estais você fazendo isso comigo, pai? O quê eu te fiz? Algum dia te tratei mal, fiz algo de errado para fazer isso comigo?-Gritei apavorada. Seus olhos eram tristes, como se ele não quisesse, como se fosse obrigado.

- Filha, entenda, você chamou Susan de vadia, e agora ela quer se vingar. Uma hora ou outra você teria que morrer, nada melhor do que agora… sua vida nunca fora boa mesmo. - Ele disse calmamente.

- Não fica assim querida… - Se pronunciou a vaca. - Vai ficar tudo bem no final, eu estou grávida, e terei um filho que assumirá o seu lugar, você ja estará morta mesmo.

Então era esse meu futuro para essa cobra, morrer. Talvez fosse a única forma de me vingar dela, assombrando-a. Talvez me redimisse de erros, com todos que magoei. Mas o que mais me inquietou foram as atitudes, palavras e olhares de meu pai, ele não poderia fazer isso comigo. Descobri o monstro que ele era.

30/09/2011 - 5:54pm . 1 note → reblog this post
tagged:
# web